menu
 
 

REN

Comunicados Comunicados
Comunicados

Media

‹ VOLTAR

Resultados financeiros e operacionais positivos nos primeiros 9 meses do ano

 

Integração da Portgas e investimento do Chile compensam o menor investimento em Portugal 

Geração de electricidade e produção fotovoltaica registam máximos históricos

• Resultado Líquido de 90,9 M€   
• EBITDA atinge 378,4M€
• REN vende negócio de gás de petróleo liquefeito (GPL) 


A REN - Redes Energéticas Nacionais apresentou um resultado líquido de 90,9 M€ nos primeiros 9 meses de 2018. O EBITDA situou-se nos 378,4 M€, um aumento de 3,8% relativo ao mesmo período do ano passado, refletindo sobretudo a integração da Portgás e a venda do negócio de gás de petróleo liquefeito (GPL) à ENERGYCO II, S.A.
 
O investimento total no período foi de 67,2 M€, e as transferências para RAB situaram-se nos 32,5 M€.
 
O resultado líquido registou uma subida (2,3%)relativamente ao mesmo período de 2017, fruto doaumento do EBITDA e do resultado financeiro que se situou nos -43,5 M€, mais 2,3% do que no período homólogo.
 
O custo médio da dívida baixou de 2,6% para 2,3%quando comparado com setembro de 2017. Registou-se um aumento da dívida líquida para 2.644 M€ devido à compra da Portgás em outubrode 2017.
 
Já fora do período é de assinalar que a agência norte-americana de notação financeira Standard andPoor's (S&P) reviu em alta o rating da REN, passando-o de BBB - /A-3 para 'BBB/A-2 com outlook estável. A análise da agência de notação financeira reconheceu a boa performance da REN, refletida na política financeira conservadora da empresa, destacando ainda a maior diversificação da sua atividade, na sequência das recentes aquisições da Portgás em Portugal e da participação de 42,5% na chilena Electrogas.
 
A nível operacional, para alem da manutenção dos altos padrões de nível de serviço habituais, o trimestre foi marcado por diversos recordes registados no Sistema Elétrico Nacional. O consumo de eletricidade em Portugal registou, no fim-de-semana de 4 e 5 de agosto, novos máximos históricos de fim-de-semana de verão superando os anteriores, alcançados em 2013.
 
Também a produção de energia fotovoltaica, em Portugal, bateu um novo recorde histórico, no dia 29 de julho, às 13:45, com 437 MW, superando o anterior máximo de 409 MW verificado em 18 de maio de 2017.

Neste terceiro trimestre a REN procedeu à venda do negócio de gás de petróleo liquefeito (GPL) à ENERGYCO II, S.A. A operação foi realizada através da REN Portgás Distribuição, que celebrou um contrato de compra e venda de ações, na qual alienou as ações representativas do capital social da REN Portgás GPL.

No mesmo período a REN recebeu a certificação do Sistema de Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança e Saúde do Trabalho de acordo com a nova edição das normas de qualidade e ambiente (ISO 9001:2015 e ISO 14001: 2015, respetivamente), mantendo-se a certificação no âmbito da Segurança e Saúde do Trabalho.