menu
 
 

REN

Comunicados Comunicados
Comunicados

Media

‹ VOLTAR

Enagás, GRTgaz, Teréga e REN assinam MoU para desenvolvimento do H2MED

 

● Os quatro TSOs apresentam, na quinta-feira, 15 de dezembro de 2022, uma candidatura conjunta a Projeto de Interesse Comum (PCI)
● H2MED será o primeiro Corredor de Hidrogénio Verde na UE

O TSO espanhol Enagás, os TSOs franceses GRTgaz e Teréga e o TSO português REN assinaram um Memorando de Entendimento (MoU) para formalizar o seu compromisso de colaborar de forma coordenada no desenvolvimento conjunto do H2MED, no seguimento do mandato dado pelos Governos dos três países na Cimeira Euromed no passado dia 9 de Dezembro. O objetivo desta parceria é disponibilizar a infraestrutura a partir de 2030.

A 20 de outubro de 2022, o Presidente do Governo de Espanha, o Presidente da República Francesa e o Primeiro-Ministro de Portugal decidiram acelerar o desenvolvimento das interligações energéticas e criar um corredor de energia verde ligando Portugal, Espanha e França com a Rede de energia da UE. Acordaram também a conclusão de uma interligação de hidrogénio entre Portugal e Espanha (Celorico-Zamora), bem como o desenvolvimento de um gasoduto marítimo que liga Espanha e França (Barcelona-Marselha) para transportar hidrogénio renovável da Península Ibérica para a Europa Central . Os três líderes ratificaram este compromisso na Cimeira Euromed de 9 de dezembro passado, com o apoio da Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

Os quatro Operadores das Redes de Transmissão (TSOs) acolheram esta decisão de forma muito favorável. A H2MED é um exemplo claro de cooperação e multilateralismo entre países vizinhos com um objetivo comum: a descarbonização da Europa. Estes TSOs têm cooperado desde 20 de outubro prestando assessoria técnica, no  desenvolvimento do H2MED, aos respetivos governos.

A Enagás, a GRTgaz, a Teréga e a REN vão também apresentar, conjuntamente, na quinta-feira, dia 15 de dezembro de 2022, estes projetos como candidatos ao Projeto de Interesse Comum ao abrigo do novo Regulamento da Rede Transeuropeia de Energia (RTE-E) (EU/2022/869).

O desenvolvimento do H2MED é o primeiro pilar do "European Hydrogen Backbone" com o objetivo de acelerar a descarbonização da Europa, criando a infraestrutura de hidrogênio necessária para permitir o desenvolvimento de um mercado de hidrogênio competitivo, líquido e pan-europeu. O H2MED irá acelerar a implantação do hidrogênio na Europa e ligar a Península Ibérica à França e ao norte da Europa.

Entre os benefícios deste projeto estão a promoção do desenvolvimento industrial, com elevado grau de inovação, a redução das emissões e o desenvolvimento das energias renováveis, bem como a criação de emprego e a promoção de uma transição justa.

O H2MED terá capacidade para transportar até 2 milhões de toneladas por ano (MTPA) de hidrogénio renovável, o que representa 10% do consumo previsto na Europa em 2030, segundo a REPowerEU.

Sobre a Enagás

A Enagás é um TSO (Operador da Rede de Transporte) europeu com 50 anos de experiência no desenvolvimento, operação e manutenção de infraestruturas energéticas. Tem mais de 12.000 km de gasodutos, três depósitos estratégicos e oito de regaseificação. A empresa opera em sete países: Espanha, Estados Unidos da América, México, Peru, Albânia, Grécia e Itália. Em Espanha é o principal transportador de gás natural e o Gestor Técnico do Sistema Gasista.

Em linha com seu compromisso com a transição energética, a Enagás anunciou que antecipou o seu objetivo de ser neutra em carbono até 2040. A empresa está comprometida com o desenvolvimento de gases renováveis (como biometano ou hidrogénio verde), mobilidade sustentável e eficiência energética, entre outras áreas. A empresa é líder mundial no seu setor nos principais índices de sustentabilidade, como o Dow Jones Sustainability World Index, está incluída no CDP Climate Change A List 2021, e obteve a classificação ESG mais alta no seu setor no índice de FTSE4Boa sustentabilidade.

Mais informações sobre a Enagás em www.enagas.es.

Contacto de imprensa: dircom@enagas.es / (+34) 91 709 93 40

Sobre a GRTgaz

A GRTgaz é o segundo maior transportador de gás da Europa, com 32.500 km de gasodutos e 640 TWh de gás transportado. A empresa, que conta com 3.000 funcionários, gerou uma faturação de quase 2,3 biliões de euros em 2021. A GRTgaz tem um objetivo principal: "Juntos, possibilitaremos um futuro energético seguro, acessível e com impacto neutro no clima." 

A GRTgaz é uma empresa inovadora que está a passar por uma grande transformação para adaptar a sua rede aos desafios ambientais e digitais. A empresa comprometeu-se em tornar a mistura de gás francesa 100% neutra em carbono até 2050. Além disso, apoia os setores de hidrogénio e gás renovável (biometano e gases de resíduos sólidos e líquidos). A GRTgaz realiza missões de serviço público para garantir o transporte seguro de gás aos seus 945 clientes (comerciantes, distribuidores, clientes industriais, produtores de biometano e usinas). 

Juntamente com suas subsidiárias Elengy, líder europeia em terminais de GNL, e GRTgaz Deutschland, operadora da rede de transmissão MEGAL na Alemanha, a GRTgaz desempenha um papel fundamental no cenário europeu de infraestrutura de gás. 

A empresa partilha internacionalmente o seu know-how, nomeadamente os serviços desenvolvidos pelo seu centro de investigação RICE. Encontre mais informações em https://www.grtgaz.com/ e no Twitter, LinkedIn, Instagram e Facebook.

Contacto de imprensa: Valentine Leduc - valentine.leduc@grtgaz.fr / (+33) 7 64 78 26 47

Sobre a Teréga

A Teréga opera no sudoeste da Europa, no cruzamento dos principais fluxos de gás europeus. Com mais de 75 anos de experiência, acumula um know-how excecional no desenvolvimento de infraestruturas de transporte e armazenamento de gás. Hoje, projeta soluções inovadoras para responder aos grandes desafios energéticos da França e da Europa. A Teréga está a impulsionar a transição energética e possui uma rede de gasodutos de mais de 5.000 km e duas instalações de armazenamento subterrâneo que representam, respetivamente, 16% da rede francesa de transporte de gás e 26% da capacidade de armazenamento nacional. Em 2021, a empresa gerou receitas de €488 milhões e conta com aproximadamente 650 funcionários. Encontre mais informações em https://www.terega.fr/ e no Twitter e LinkedIn.

Contacto de imprensa: Céline Dallest - celine.dallest@terega.fr / (+33) 6 38 89 11 07

Sobre a REN

A REN (REN - Gasodutos, S.A.) é o Operador da Rede de Transporte (TSO) do setor do gás em Portugal. A REN Gasodutos S.A é uma subsidiária da REN - Redes Energéticas Nacionais, SGPS, S.A., empresa portuguesa de capital aberto e holding de um grupo que explora transporte de eletricidade e terminais de GNL, e infraestruturas de armazenamento, transporte e distribuição de gás. 

A REN - Gasodutos S.A. é responsável pela gestão técnica do sistema de gás português e, desde dezembro de 2021, é a única responsável pela exploração do sistema de transporte de gás em alta pressão em Portugal, constituído por uma rede de 1.375 km de gasodutos. A REN é fundamental para o sistema energético português e atua como um facilitador da transição energética. A empresa comprometeu-se em alcançar a neutralidade de carbono até 2040.

Contacto de imprensa: Bruno Silva - bruno.silva@ren.pt / (+351) 961 545 027