menu
 
 

REN

Comunicados Comunicados
Comunicados

Media

‹ VOLTAR

Mercado Europeu Interno de Energia avança com segunda vaga do “Single Intraday Coupling”

 

Os membros do Single Intraday Coupling (SIDC) confirmam o êxito da segunda vaga. Foram verificados aumentos significativos nos volumes transacionados nos 7 países que aderiram ao acoplamento SIDC na semana passada. Vinte um países acoplados através do SIDC possibilitando a transação de pan-europeia de energia. 

Os Operadores de mercado de eletricidade (NEMOs) e operadores da rede de transporte (ORT) confirmam a concretização com êxito da segunda vaga do SIDC (anteriormente conhecido como XBID). Nas duas primeiras horas após a abertura do comércio transfronteiriço, em 19 de novembro, a OTE (o NEMO da República Checa) informou que mais de 1.000 transações foram concluídas para entrega em 20 de novembro. A CROPEX, o NEMO croata, registrou negócios com participantes do mercado em 16 países diferentes incluindo Noruega e Espanha. O HUPX, o NEMO húngaro, relatou um aumento nas transações quase 14 vezes superior nos próximos 5 dias após a entrada em operação, em comparação com os cinco anteriores ao lançamento. Na Bulgária, o IBEX, afirma que o número médio de negócios duplicou desde o go-live e a OPCOM, o NEMO romeno, também informou sobre a quase duplicação dos volumes e número de transações. Na Eslovênia, a BSP Southpool declarou que, para o período após a operação, em comparação com o período equivalente em 2018, houve um aumento de oito vezes no volume (11.672 MWh em comparação com 1.425 MWh). Enquanto isso, na Polônia, a TGE alcançou uma média diária de mais de 2.000 MWh desde a entrada em operação, que é mais de nove vezes superior quando comparado com a média intradiária de 2018 de 212 MWh.

Marcando outro passo importante para a expansão do mercado único intradiário europeu integrado, o êxito da entrada em operação do SIDC alargou a negociação em contínuo de eletricidade nos seguintes países: Bulgária, Croácia, República Checa, Hungria, Polónia, Roménia e Eslovénia. Estes países juntaram-se aos países que já operam no SIDC: Áustria, Bélgica, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França, Alemanha, Letónia, Lituânia, Noruega, Holanda, Portugal, Espanha e Suécia. É esperado um lançamento da terceira vaga até o final de 2020.

A solução SIDC é baseada num sistema informático comum com 3 subsistemas um Shared Order Book (SOB), um Capacity Management Module (CMM) e Shipping Module (SM). Permite que as ordens inseridas pelos participantes de mercado numa determinada zona possam ser negociadas de uma forma contínua com ordens inseridas pelos participantes do mercado em qualquer outra zona de ofertas ao alcance do projeto, desde que a capacidade de transporte esteja disponível. A solução intradiária suporta tanto a alocação explícita no mercado Croata/Esloveno e nas fronteiras da França/Alemanha (conforme solicitado pelas respetivas autoridades reguladoras nacionais) como a negociação contínua implícita. Está em conformidade com o modelo europeu para um mercado intradiário integrado.

O acoplamento intradiário em toda a Europa é uma componente essencial para concluir o Mercado Europeu Interno de Energia. Com a crescente participação da produção intermitente no mix europeu de produção, ligar os mercados intradiários através do comércio transfronteiriço é uma ferramenta cada vez mais importante para manter as posições equilibradas dos vários participantes. O objetivo da iniciativa SIDC é aumentar a eficiência geral do mercado intradiário.