menu
 
 

REN

Comunicados Comunicados
Comunicados

Media

‹ VOLTAR

Os TSO da Europa Continental confirmam as condições técnicas prévias para a abertura gradual do comércio de eletricidade com a Ucrânia

 

A 7 de junho, os Operadores de Redes de Transporte de Energia (TSO) da Europa Continental decidiram responder positivamente ao pedido da Ukrenergo, confirmando os requisitos essenciais que, uma vez cumpridos, permitirão uma abertura gradual do comércio de eletricidade com a Ucrânia. A Ukrenergo e os TSO da Europa Continental trabalharão em conjunto na implementação destas condições. É necessário que a plena implementação destas condições técnicas se concretize, de modo a garantir a segurança e estabilidade do sistema alargado de energia.

Os TSO da Europa Continental reconhecem o apoio prestado pela Comissão Europeia e pela Comunidade da Energia, elogiando uma vez mais a Ukrenergo por manter e restaurar o sistema de transporte de energia ucraniano, apesar da guerra, à medida que progridem as condições necessárias para as trocas comerciais.

Aliada ao acolhimento da Ukrenergo enquanto Membro Observador na ENTSO-E e ao apoio na prática prestado pelos TSO europeus para a reconstrução da rede, a abordagem a um retomar gradual das trocas comerciais de eletricidade representa outro importante gesto de solidariedade, reforçando a cooperação entre os TSO europeus e a Ucrânia.

Sobre a sincronização de emergência
Na sequência de um pedido urgente da Ukrenergo e da Moldávia para sincronização de emergência, os TSO da Europa Continental acordaram iniciar a 16 de março de 2022 a sincronização experimental de emergência do sistema de energia da Europa Continental com os sistemas de energia da Ucrânia e da Moldávia. Esta aceleração do Projeto de Sincronização com a Ucrânia e a Moldávia, em curso desde 2017, tem sido possível mediante a adoção de medidas de mitigação de risco. Tais medidas incluíram a limitação dos fluxos de energia entre a Ucrânia e os países vizinhos, impedindo o comércio de eletricidade por meio das interligações com a Ucrânia. 

No final de abril, a Ukrenergo enviou um pedido aos TSO da Europa Continental, no sentido de permitir o comércio de eletricidade entre a Ucrânia e os sistemas de energia vizinhos. A 7 de junho, os TSO do continente europeu decidiram responder positivamente a este pedido, confirmando os requisitos essenciais a cumprir visando a abertura gradual das trocas comerciais de eletricidade nas interligações com a Ucrânia.

Sobre a Área Síncrona da Europa Continental
Os operadores de redes de transporte (TSO) na Área Síncrona da Europa Continental têm a responsabilidade de manter a frequência elétrica a 50 Hz, de modo a garantir a estabilidade do sistema interligado, o que significa que os recursos energéticos e o consumo devem estar sempre equilibrados em toda a área síncrona. 

A área da Europa Continental abrange os seguintes países: Albânia, Áustria, Bélgica, Bósnia-Herzegovina, Bulgária, República Checa, Croácia, Dinamarca (Ocidental), França, Alemanha, Grécia, Hungria, Itália, Kosovo*, Luxemburgo, Montenegro, Países Baixos, Polónia, Portugal, República da Macedónia do Norte, Roménia, Sérvia, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Suíça e Turquia.

* Esta designação respeita as posições relativamente ao estatuto e está em conformidade com a Resolução 1244/99 do CSNU, bem como o parecer do TIJ sobre a declaração de independência do Kosovo.

Sobre a ENTSO-E
A ENTSO-E, a Rede Europeia de Operadores de Redes de Transporte de Eletricidade, é a associação para a cooperação dos operadores de redes de transporte (TSO) europeus. Os 39 membros TSO, representando 35 países, são responsáveis pelo funcionamento seguro e coordenado do sistema elétrico europeu, a maior rede elétrica interligada do mundo. Para além do papel central e histórico que desempenha na cooperação técnica, a ENTSO-E representa também a frente comum dos TSO.