menu
 
 

REN

Comunicados Comunicados
Comunicados

Media

‹ VOLTAR

REN absorve novo máximo de produção energética

 

O Sistema Elétrico Nacional registou durante o passado fim-de-semana e segunda-feira novos máximos na produção nacional, tendo-se registado durante a segunda-feira um novo recorde de produção de 228GWh, ultrapassando assim o máximo anterior de 216GWh, registado a 8 janeiro.

Os fortes ventos e chuva que se fizeram sentir nesses três dias levaram a que rede elétrica registasse números históricos de GWh produzidos, sendo que uma percentagem significativa é proveniente de energias renováveis. A produção nacional chegou mesmo a superar as necessidades de consumo em 56% no domingo e, face às condições climatéricas que marcaram todo o fim-de-semana e a segunda-feira, tanto a produção hídrica como a eólica teriam sido suficientes para abastecer entre 60% a 70% do consumo nacional.

Estes recordes de produção mostram que o Sistema Elétrico Nacional teve a capacidade de encaixar na sua rede os picos de produção registados, tendo também sido capaz de os escoar através das atuais interligações com Espanha, que permitem igualmente dotar Portugal de um maior nível de segurança de abastecimento, sempre que, no caso oposto ao do último fim-de-semana, a produção se revelar inferior ao consumo. Durante este período, o sistema demonstrou, mais uma vez a sua resiliência e fiabilidade, mantendo os elevados níveis de qualidade de serviço.

Este ano, até 15 de fevereiro, as hídricas abasteceram 38% do consumo, as eólicas 29% e o total das renováveis 71%, sendo que o saldo exportador equivale a 22% do consumo nacional neste período. Comparando com o mesmo período do ano passado o saldo de trocas com o estrangeiro era negativo, tendo Portugal importado mais do que mais do que exportou. Em 2015 e até final de fevereiro, as híbridas abasteceram 25% do consumo, as eólicas 28% e o total de renováveis foi de 59%, o que demonstra bem a crescente importância que a produção de energia renovável tem vindo a assumir.