menu
 
 

REN

Comunicados Comunicados
Comunicados

Media

‹ VOLTAR

REN e Sociedade Portuguesa de Física distinguem trabalhos sobre campos eletromagnéticos e a saúde

 

Sabia que os campos elétricos e magnéticos são mais intensos quando estamos sentados com o nosso portátil do que quando viajamos de comboio? E sabia que os campos eletromagnéticos de uma linha de muito alta tensão podem ser da mesma ordem de grandeza dos de uma televisão ligada muito perto de nós

Estas e outras conclusões fazem parte dos 3 trabalhos vencedores do Prémio MEDEA (http://medea.spf.pt). Uma iniciativa da Sociedade Portuguesa de Física (SPF) com o apoio da REN, em que os alunos do ensino Secundário e Superior de todo o país são convidados a medir campos elétricos e magnéticos, quer na escola, no seu ambiente doméstico ou na vizinhança de linhas de transporte de energia elétrica.

A REN apoia o Projeto MEDEA, desde 2008, que já envolveu mais de 100 escolas de todo o país, cerca de 500 alunos e 150 professores. O convite aos alunos do ensino Secundário e Superior é simples: todas as escolas candidatas recebem um medidor de campo magnético e elétrico e os alunos são desafiados a apresentar um trabalho com os resultados e interpretação das medições. A apreciação final dos projetos foi feita por um júri nomeado pela SPF.

A "Tesla Squad"(http://teslasquad.wix.com/project), uma equipa de alunos da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, "Os Vieirinhas" (http://vieirinhas6.wix.com/medea), da Escola Básica do 2º e 3º ciclo com Ensino Secundário Vieira de Araújo, de Vieira do Minho, e os "Super Teslas" (http://superteslas.blogspot.pt), da Escola Básica e Secundária de Fajões, de Oliveira de Azeméis, foram os vencedores da edição de 2014.

Os objetivos desta iniciativa são vários. Para além dos alunos adquirirem um maior conhecimento científico e desenvolverem o espírito crítico, são também "encorajados a procurar informação cientificamente credível sobre os eventuais efeitos dos campos eletromagnéticos na saúde humana", explica Maria José Ribeiro Gomes, responsável científica do projeto MEDEA. E neste sentido, salienta a surpresa dos alunos quando observam os resultados, principalmente quando concluem "que os efeitos provocados pelo campo magnético criado pelas linhas de muito alta tensão, apesar de terem um efeito sobre o corpo humano, este efeito não é significativo comparativamente ao de vários outros equipamentos que nos rodeiam e perseguem todos os dias".

Francisco Parada, responsável pela área de Qualidade, Ambiente e Segurança da REN, salienta que a REN vê neste projeto "um espaço de liberdade essencial à boa informação e formação dos alunos, bem como a promoção da divulgação da ciência de uma forma prática".

Os prémios relativos ao MEDEA foram entregues durante a 19ª Conferência Nacional de Física e o 24º Encontro Ibérico para o Ensino da Física, que decorre até dia 4 deSetembro, no Instituto Superior Técnico, em Lisboa.

Sobre o Projeto MEDEA:

O projecto MEDEA é uma iniciativa da SPF - Sociedade Portuguesa de Física e REN - Rede Eléctrica Nacional, S.A, destinada a promover o conhecimento da Física junto dos jovens portugueses e da Sociedade em geral. Em particular, o MEDEA promove a medição e conhecimento científico dos campos eléctricos e magnéticos de muito baixa frequência (0 a 300 Hz) produzidos por qualquer equipamento ou circuito eléctrico, na escola, no seu ambiente doméstico e na vizinhança de linhas de transporte de energia eléctrica.

O MEDEA consiste na participação simultânea de 20 instituições de excelência, cada uma com uma ou mais equipas (e um professor responsável no caso de escolas secundárias) onde se combina a formação na instituição com a aplicação dos conhecimentos científicos em assuntos de natureza extracurricular, baseada em demonstrações e experiências realizadas pelos próprios alunos.

As escolas participantes recebem um medidor de campo elétrico e magnético, para muito baixas frequências, que devem usar durante o desenvolvimento do projeto. Depois, em www.spf.pt/medea, a SPF disponibiliza toda a informação necessária à sua implementação. Cada equipa participante deverá criar uma página internet dedicada em exclusivo ao projeto MEDEA onde apresentarão todos os resultados obtidos, pesquisas efetuadas e relatório final. A REN disponibiliza os instrumentos de medida, treino dos professores das escolas, palestras nas escolas participantes e premeia os melhores trabalhos nesta área.