CelZa e Eixo Nacional de Transporte de Hidrogénio

Estado Planeado

Fim Dez 2029


Links relacionados
ren

CelZa e Eixo Nacional de Transporte de Hidrogénio

Parte integrante do projeto do corredor verde de 100 % de hidrogénio, entre Portugal e a Alemanha, o estabelecimento de uma interligação de transporte de hidrogénio entre Portugal e Espanha e a criação de uma infraestrutura interna para o hidrogénio fazem parte da primeira lista aprovada pela União Europeia (“EU”) de Projetos de Interesse Comum (“PIC”) e de Projetos de Interesse Mútuo.

O Regulamento Delegado da EU n.º 2024/1041, de 8 de abril, inclui um vasto conjunto de projetos que são necessários para a concretização dos corredores geográficos prioritários de infraestruturas energéticas estratégicas europeias. Deste conjunto, fazem parte os mencionados projetos da ‘Interligação de hidrogénio entre Portugal e Espanha’ − PIC 9.1.2 − e da ‘Infraestrutura interna para o hidrogénio em Portugal’ – PIC 9.1.1.
__________________________________
Informação sobre os projetos para o transporte de hidrogénio PIC 9.1.1 Eixo Nacional de Transporte de Hidrogénio e PIC 9.1.2 Interligação Celorico da Beira – Zamora (ou CelZa) está também disponível no website do H2med, corredor de hidrogénio verde que inclui a interligação submarina entre Barcelona (Espanha) e Marselha (França).
 


Objetivos do Projeto

Estes dois projetos, apresentados na proposta de Plano de Desenvolvimento e Investimento da RNTIAT (Rede Nacional de Transporte de gás, Infraestruturas de Armazenamento de gás e Terminais de gás natural liquefeito) para o período 2024-2033, contribuem para a criação de um mercado energético europeu integrado mais independente e de uma rota competitiva para o hidrogénio, incorporando um novo vetor energético relevante para a descarbonização e transição energética.


CelZa

A interligação entre Celorico da Beira, em Portugal, e Zamora, em Espanha, também designada abreviadamente por “CelZa”, é um projeto que visa a construção de uma infraestrutura linear de transporte de hidrogénio com ca. 248 km, funcionando como uma ponte entre as principais infraestruturas de hidrogénio a desenvolver em ambos os países. Cada um dos dois ORT envolvidos, REN e Enagás, será responsável pelo desenvolvimento do troço da interligação no respetivo país até à fronteira, compreendendo ca. 162 km em Portugal e ca. 86 km em Espanha.

O CelZa, com uma capacidade de até 750 kton/ano para transporte de hidrogénio, é um projeto de uma infraestrutura para volumes de 100 % de hidrogénio, apresentando se como o principal meio de transporte de hidrogénio entre Portugal e o resto da Europa, nomeadamente para a exportação do hidrogénio produzido em Portugal a partir de fontes de energia renováveis.

Eixo Nacional de Transporte de Hidrogénio

O Eixo Nacional de Transporte de Hidrogénio consiste numa infraestrutura a desenvolver inteiramente em território nacional para o transporte de hidrogénio.

Este eixo, a estabelecer-se a partir da adaptação, para o transporte de 100 % de hidrogénio, do eixo de gasodutos existente ‘Cantanhede – Celorico da Beira – Monforte’, e da criação de uma nova infraestrutura linear, também para transporte de 100 % de hidrogénio, entre a zona da Figueira da Foz, com possibilidade de ligação ao Armazenamento Subterrâneo no Carriço, e Cantanhede, permitirá a ligação de produtores e consumidores de hidrogénio ao longo de uma vasta zona de Portugal continental.

Assim, o Eixo Nacional de Transporte de Hidrogénio encontra-se estrutural e funcionalmente associado ao CelZa e corresponde à primeira fase do desenvolvimento de uma Rede Nacional de Transporte de hidrogénio mais ampla e a desenvolver consoante a evolução das necessidades energéticas do país e dos respetivos objetivos de política energética.

H2med

O projeto do corredor verde entre Portugal e a Alemanha, para o transporte de 100 % de hidrogénio, corresponde a uma iniciativa transnacional para interligar as redes de hidrogénio da Península Ibérica ao centro-norte da Europa.

Este novo corredor permitirá que o território europeu possa ser abastecido com hidrogénio verde a preços mais competitivos.

A iniciativa foi lançada e anunciada pelos Governos de Portugal e Espanha e Presidência de França, com um forte apoio da Comissão Europeia e da Alemanha, e encontra-se em desenvolvimento de forma coordenada e articulada por operadores de redes de transporte de gás (“ORT”) de Portugal (REN), Espanha (Enagás), França (GRTgaz e Teréga) e Alemanha (OGE)


Extensão gasodutos

CelZa:248 km (162 km em Portugal e 86 km em Espanha, de gasodutos novos para 100% H2)

Eixo nacional: 341 Km de gasoduto adaptado para 100% H2 e 50 km de gasoduto novo

0:00
/
0:00